Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Bem Vindos

LEIA A BÍBLIA

terça-feira, 31 de março de 2015

O Bem Mais Precioso.

Há muitos anos um rapaz e uma moça apaixonados resolveram se casar...

Dinheiro eles quase não tinham, mas nenhum deles ligava para isso.

A confiança mutua era a esperança de um belo futuro, desde que tivessem um ao outro.
Assim, marcaram a data para se unir em corpo e alma.

Antes do casamento, porém, a moça fez um pedido ao noivo: - não posso nem imaginar que um dia possamos nos separar.

Mas pode ser que com o tempo um se canse do outro, ou que você se aborreça e me mande de volta para meus pais.

- Quero que você me prometa que, se algum dia isso acontecer, me deixara levar comigo o bem mais precioso que eu tiver então.

O noivo riu, achando bobagem o que ela dizia, mas a moça não ficou satisfeita enquanto ele não fez a promessa por escrito e assinou.

Casaram-se.

Decididos a melhorar de vida ambos trabalharam muito e foram recompensados.

Cada novo sucesso os fazia mais determinados a sair da pobreza,e trabalhavam ainda mais.

E tempo passou e o casal prosperou.

Conquistaram uma situação estável e cada vez mais confortável, e finalmente ficaram ricos.

Mudaram-se para uma ampla casa, fizeram novos amigos e se cercaram dos prazeres da riqueza.

Mas, dedicados em tempo integral aos negócios e aos compromissos sociais, pensavam mais nas coisas do que um no outro.

Discutiam sobre o que comprar quanto gastar, como aumentar o patrimônio, mas estavam cada vez mais distanciados entre si.

Certo dia, enquanto preparavam uma festa para amigos importantes, discutiram sobre uma bobagem qualquer e começaram a levantar a voz, a gritar, e chegaram as inevitáveis acusações: - Você não liga para mim!

- gritou o marido - Só pensa em você, em roupas e jóias.

Pegue o que achar mais precioso, como prometi, e volte para a casa dos seus pais.

Não ha motivo para continuarmos juntos.

A mulher empalideceu e encarou-o com um olhar magoado, como se acabasse de descobrir uma coisa nunca suspeitada.

- Muito bem, disse ela baixinho.

Quero mesmo ir embora.

Mas vamos ficar juntos esta noite para receber os amigos que já foram convidados.

Ele concordou.

A noite chegou.

Começou a festa, com todo o luxo e a fartura que a riqueza permitia.

Alta madrugada o marido adormeceu, exausto.

Ela então fez com que o levassem com cuidado para a casa dos pais dela e o pusessem na cama.

Quando ele acordou, na manhã seguinte, não entendeu o que tinha acontecido, não sabia onde estava e, quando se sentou na cama para olhar em volta, a mulher aproximou-se e disse-lhe com carinho: - Querido marido, você prometeu que se algum dia me mandasse embora eu poderia levar comigo o bem mais precioso que tivesse no momento.

- Pois bem, você é e sempre será o meu bem mais precioso.

Quero você mais que tudo na vida, e nem a morte poderá nos separar.

Envolveram-se num abraço de ternura e voltaram para casa mais apaixonados do que nunca.

O egoísmo, muitas vezes, nos turva a visão e nos faz ver as coisas de forma distorcida.

Faz-nos esquecer dos verdadeiros valores da vida e buscar coisas que tem valor relativo e passageiro.


Importante que, no dia-a-dia, façamos uma análise e coloquemos na balança os nossos bens mais preciosos e passemos a dar-lhes o devido valor.
Pare e Pensa.

Reflexão 31/03/2015

Mesmo sem merecermos Deus nos ama, seu amor não tem fim, vai além do céu.
Pr. Bina

segunda-feira, 30 de março de 2015

Reflexão 30/03/2015

Mesmo quando a dor é intensa e a cruz pareça ser pesada demais, apenas obedeça ao nosso Deus, pois suas promessas e vontade sempre é e será incompreensíveis mas no final de tudo você verá que tudo que vem de Deus é bom.
Pr. Bina

Ninguém Está Só.

Em certa cidade vivia uma pobre senhora, já curvada ao peso dos anos e abatida pela solidão.

Uma noite, sentada no seu quarto e, como sempre, muito só, ela via desfilar em sua mente as cenas que retratavam os seus momentos mais difíceis. 

Primeiro, a perda do marido, que perecera quando do torpedeamento do navio petroleiro em que trabalhava, na época da guerra. 

O golpe fora penoso, especialmente para ela que esperava o seu primeiro filho.

Desse modo, procurou consolo no rebento que chegaria, na certeza de que ele amenizaria as saudades do esposo que partira.

Contudo, apesar dessa busca de sublimação, a pobre mulher chorava muito e comia pouco.

O sono lhe fugiu e ela ficou fraca, esgotada e desnutrida.

Chegada a hora do nascimento do bebê, ela ficou sabendo que chegaram gêmeos, dois meninos.

Porém, o estado precário da saúde da mãe também os enfraqueceu e eles não sobreviveram.

Assim, ela retornou só para a casa vazia.

Agora, com o coração dilacerado pela angústia e pelos sofrimentos sucessivos, ela não se conformava e se revoltava até contra os desígnios de Deus, a quem acusava por haver ceifado também a vida dos gêmeos.

Mergulhada nessas tristes reminiscências, ela dormiu e sonhou: Seguia em direção à igreja.

Era grande o movimento.

Uma multidão seguia para ver o julgamento dos condenados e ela os acompanhou.

Acomodou-se ao lado de uma senhora idosa.

Depois da fala dos juízes, vieram às sentenças, execuções de acordo com a lei.

De repente, acompanheira falou: "Olha para o fundo da praça e lá verá os teus gêmeos já homens. Ansiosa, ela olhou e os viu caminhando em direção à guilhotina". 

Foi aí que a companheira acrescentou em tom de advertência: "Vê o que lhes teria acontecido, se Deus permitisse que eles vivessem? Mas na sua sabedoria ele os levou para si, na sua inocência".

Despertada do sono, a pobre mulher se viu tomada de remorso e arrependimento, por haver tantas vezes blasfemado contra as determinações do Senhor e naquele momento agradeceu-o, por lhe haver sacudido através de um sonho.


Deu-lhe graças pelas experiências e pediu perdão, porque, na sua cegueira e no egoísmo do seu amor materno, agravados pela solidão, ela não conseguia compreender a sua vontade e os seus motivos sempre mais altos.
Pare e Pense.

sábado, 28 de março de 2015

Reflexão 28/03/2015

   Não tenha medo das más noticias e nem o que diz o homem, apenas confie no Senhor Nosso Deus, pois é Ele que dá a ultima palavra.
Pare e Pese

Perceba O Que Você Tem!.

O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua: - Sr.Bilac, estou precisando vender o meu sítio, que o Senhor tão bem conhece.

Poderia redigir o anúncio para o jornal?

Olavo Bilac apanhou o papel e escreveu: "Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeiro. A casa banhada pelo sol nascente oferece a sombra tranquila das tardes, na varanda".

Meses depois, topa o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio. 

- Nem pense mais nisso, disse o homem. 

Quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha.

Moral da história:

Às vezes, não descobrimos as coisas boas que temos e vamos longe, atrás da miragem de falsos tesouros.


Senhor, em meio a tantas lutas e devaneios da vida, que não foram poucas que muitas e várias vezes tentaram me desanimar e até parar. 

Mas em meio a tudo isso não deixei a tua palavra pelo contrário apeguei-me mais ainda para eu sobreviver.
Pare e Pense.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Reflexão 27/03/2015

   Não viva para o mundo e nem para as pessoas, pois o mundo te escraviza, a pessoas te prende a elas, Jesus é o único que te libertas para viver com Ele e para Ele, você é livre em Jesus.
        Pr. Bina

A Força do Perdão

Em meio da confusão da guerra na Coréia tem havido episódios edificantes. 

Eis, por exemplo, o caso daquele pastor de aldeia que presenciou o fuzilamento de seus dois filhos, por um oficial norte-americano. 

Este os reconhecera como cristãos e por isso julgou por bem eliminá-los.

Mais tarde as tropas desse oficial foram rechaçadas e ele foi feito prisioneiro, sendo condenado a fuzilamento, pela prática de crueldades. 

Então o pastor, a quem aquele havia assassinado os dois filhos, intercede suplicantemente por sua vida: "Meus filhos estão mortos. 

Agora quero que ele seja meu filho. Irá morar em minha casa, e terei por ele o cuidado que tive por meus filhos".

O rogo do pastor foi atendido, e o jovem oficial testemunhou o cristianismo praticado na vida. 

O amor perdoador de Deus veio ao seu encontro, na pessoa daquele humilde pastor aldeão.


Por sua vez o oficial americano, que recebera a ordem de mandar fuzilar o coreano, confessou: "O senhor faz uma coisa que eu não compreendo. 

Se isto é verdadeiro cristianismo, também eu quero tornar-me cristão".Kraft und Licht.
Pare e Pense.

quinta-feira, 26 de março de 2015

Coisinhas

Geralmente não se pensa muito na importância das pequeninas coisas. 

Que é um botão, um alfinete? 

Entretanto, ele segura um vestido que cai, um papel que ia se perder e do qual, às vezes, dependeria a sorte de uma família. 

Que coisa pequenina é uma palavra! 

Mas dita a propósito é suficiente para impedir uma queda, reparar uma falta e colocar um desviado no caminho certo. 

Pouca coisa, enfim, é uma lágrima, e ela pode aplacar a cólera, acalmar a dor, despertar o arrependimento, restabelecer a felicidade.

Como é culpável o nosso desdém quando dizemos assim: "Isso não tem valor, é como um alfinete, um mosquito, um minuto." 

Mas, os minutos fazem as horas e as horas os anos. 

Foi pensando nisso que Horace Nan, apóstolo da instrução nos Estados Unidos, fez publicar este anúncio original: "Perderam-se duas horas cravejadas de sessenta brilhantes cada uma. 

Não se dá recompensa a quem as entregar, porque essas jóias não se tornam a encontrar jamais".
Pare e Pense

Reflexão 26/03/2015

Não importa a situação ou os problemas da vida, apenas descase no  Deus que te falou e te lembra todos os dias que pode passar os céus e a terra, mas as suas palavras hão de cumprir em sua vida, apenas creia nesse Deus.
Pr. Bina

terça-feira, 24 de março de 2015

Reflexão 24/03/2015

     
A vontade do homem inclusive dos seus inimigos não hão de prevalecer contra ti, pois Deus é maior e Ele é contigo, apenas creia.
  Pr. Bina

Louvai ao Senhor!

Um menino ouviu alguns homens falando acerca de Deus. 

Quando chegou em casa perguntou ao pai se alguém podia ver a Deus. 

O pai respondeu rudemente: – Não!

Isto entristeceu o menino. Ele saiu a um passeio na mata. 

Assentou-se junto a um córrego e meditou. Viu os passarinhos fazendo seus ninhos. 

Ergueu os olhos para o céu, através dos ramos das árvores, ansioso de ver a Deus.

Um dia o ministro da igreja jantou em seu lar e ele teve ocasião de perguntar-lhe se alguém podia ver a Deus. 

O ministro lhe disse que ninguém pode ver a Deus e viver! Esta foi para o menino uma revelação esmagadora. Ele saiu para o celeiro e chorou.

Logo depois disto encontrou-se com um velho pescador, do qual se tomou grande amigo. 

O pai soube do novo amigo e perguntou ao menino a seu respeito:

– É ele um bom homem?
– Eu gosto dele – disse o menino. 
– Ele não fala muito mas vou lhe dizer como ele procede. 

Na noite passada, quando estávamos navegando rio abaixo e o sol se punha através das árvores, entre lindas nuvens, eu vi lágrimas em seus olhos, e...

– Está bem, está bem! Creio que você está em boas mãos.

Logo na noite seguinte, terminada a pescaria, o menino notou que de novo o velho pescador tinha os olhos úmidos ao observar o pôr-do-sol. 

O pequeno tocou timidamente o braço do velho. Este nem volveu a cabeça.

– Eu nunca faria a qualquer outra pessoa a pergunta que vou fazer ao senhor – disse o menino com os lábios trêmulos.

Ainda o velho não se moveu; tinha os olhos fitos no sol poente.
– O senhor pode ver a Deus? – aventurou o menino.

Ainda não houve resposta. O menino então puxou o velho pela manga. – Por favor, diga-me! Pode-se ver a Deus?

O menino esperou, sem respirar. 

Afinal o velho volveu um amável rosto manchado de lágrimas para o rapaz e disse: – Filho, não vejo coisa alguma senão Ele!

Todo aquele que abrir os olhos verá que os céus ainda declaram a glória de Deus. 

Entretanto, o pior cego é aquele que não quer ver! 

Mas quando vemos os esplendores do universo de Deus não podemos deixar de louvá-Lo.
Pare

quinta-feira, 19 de março de 2015

Quanto Vale o Homem


O químico inglês, professor Charles Henry Maye, que procedeu a estudos especiais sobre o valor químico do homem, chegou às seguintes conclusões curiosíssimas:

Com a gordura do corpo de um homem normalmente constituído podem-se fabricar sete sabonetes. 

Conta o nosso organismo com açúcar suficiente para adoçar uma xícara de café, e ferro para o fabrico de um prego de tamanho médio.

O fósforo existente no homem daria para dois mil e duzentos palitos.

Com o magnésio que o corpo humano contém seria possível tirar uma fotografia.


Todas essas matérias-primas estão avaliadas em US$ 1,00 – que é quanto representa cada um de nós, quimicamente.
Pare e Pense.

Reflexão 19/03/2015

  Quando sentir que estás sozinho, lembre-se que Deus é Espirito, Ele sempre está com você, Ele deu a sua palavra, Ele não é homem para mentir.
Pr. Bina

quarta-feira, 18 de março de 2015

A Fidelidade de Policarpo na Perseguição

Quando Policarpo era bispo da igreja de Esmirna foi levado ante o tribunal. 

Perguntado se era ele o Policarpo, respondeu afirmativamente. 

Então o procônsul começou a exortá-lo, dizendo: "Tem piedade da tua idade avançada; jura pela fortuna de César; arrepende-te; dize "fora os ateus (os cristãos)."

Policarpo olhava solenemente a assistência e levantando a mão, alçou os olhos pala o Céu e disse: "Fora com estes ateus (os que estavam em seu redor)." 

O procônsul persuadiu-o ainda e disse: "Jura e soltar-te-ei; renuncia a Cristo." 

O venerando cristão respondeu: "Oitenta e seis anos eu O tenho servido e nunca me fez mal algum; e como posso blasfemar de meu Rei que me tem salvado?" "Tenho feras e te exporei a elas se não te arrependeres", disse ainda o magistrado. "Trazei-as", disse o mártir. "Suavizarei o teu espírito com fogo", disse o romano. "Ameniza-o", respondeu Policarpo, "com o fogo que me queima um só momento, mas lembrai-vos do fogo do castigo eterno, reservado para os ímpios."

Na hora do seu martírio dava graças a Deus porque se contava entre os mártires de Cristo.
Pare e Pense

Reflexão 18/03/2015

  Quando Deus se cala não quer dizer que Ele não te ama mais e nem esqueceu você, pelo contrario quando Deus se cala é por que Ele está trabalhando em teu favor.
Pr. Bina

terça-feira, 17 de março de 2015

No Reino das Trevas


SATANÁS: Amigos meus, vamos hoje discutir as reuniões de oração. 

Sabeis muito bem que o assunto é importante e urgente. 

Aí vem o novo ano. 

Os cristãos vão renovar os seus votos de consagração e redobrar a sua atividade contra o nosso reino. 

É verdade que até agora não temos sofrido muito com essas renovações da sua vida espiritual. 

Alguns se esquecem logo das promessas feitas, e outros, embora se lembrem, não cumprem o prometido. 

Mas para que a sua derrota seja completa, precisamos manter rigorosamente a nossa influência sobre as suas reuniões de oração. 

Que pensas tu, Lúcifer?

ESPÍRITOS MAUS: Sim... sim...

LÚCIFER: Estou de acordo com o nosso ilustre príncipe. Abaixo as reuniões de oração! Que coisa detestável é a tal oração! Contem comigo. Respondo pelo espírito de incredulidade e pela diminuição do número de assistentes.

UM MAU ESPÍRITO: Mas nós já trabalhamos muito para acabar com a oração.

LÚCIFER: Mas ainda não fizestes tudo. A despeito dos vossos esforços, de 100 membros de cada igreja ainda vão uns 15 ou 20 às reuniões de oração. E sabeis que enquanto houver ainda que seja apenas dois ou três, corremos grande perigo.

ESPÍRITOS MAUS: É verdade.

UMA VOZ: Adotemos medidas eficazes.

LÚCIFER: Tenho já os meus planos: vou sugerir aos convidados que o lugar da reunião é longe, que o tempo não está firme, que a reunião não é tão importante, que outros irão e eles não farão falta. Procurarei fazer coincidir o dia da reunião com o da exibição de certos filmes especiais. Tentarei mesmo promover nesse dia outras reuniões da Igreja e darei ocupação intensa aos que se mostram mais interessados pelo serviço eclesiástico; tudo farei para desmoralizar as reuniões de oração.

O ESPÍRITO DE PREGUIÇA: Pode contar comigo nessa parte do programa.

O ESPÍRITO DE DESORDEM: Eu farei com que as refeições em casa se atrasem; farei atrasar a condução; provocarei incidentes com os empregados do tráfego; farei chegar visitas à hora da saída; farei desaparecer os objetos à última hora: "A minha Bíblia não está no lugar onde a deixei." "Também esta casa nunca tem ordem, anda tudo fora do lugar." Estas e outras exclamações eu provocarei nas casas das pessoas que tencionem ir à reunião. Hei de cansá-las, irritá-las, desmoralizá-las a seus próprios olhos, até que resolvam não sair de casa.

LÚCIFER: É preciso trazer de olho o diretor da reunião. Já notei que se tomar conta dele o dia inteiro, a reunião fica prejudicada.

SATANÁS: Magnífico. Muito bem lembrado.

LÚCIFER (lisonjeado): Farei o diretor comer depressa, não lhe deixarei tempo para escolher o assunto, nem a leitura bíblica, nem hinos adequados. Eu o encherei de preocupações o dia inteiro, farei chegar alguma notícia má à última hora e me esforçarei para que ele não tenha tempo de orar a sós e pedir o auxílio do Espírito Santo.

O ESPÍRITO DE DÚVIDA: Eu o farei pensar que nesta Igreja o povo é mundano demais e não há quem se interesse pelas coisas espirituais, que o povo daqui é frio mesmo e que ele está perdendo tempo.
SATANÁS: É preciso irritá-lo.

O ESPÍRITO DE PROFANAÇÃO: Eu me encarrego dessa parte. Farei que estejam presentes algumas dessas pessoas que cochicham e brincam durante o culto.

O ESPÍRITO DE SUSPEITA: Levarei alguns que são desconfiados, que se julgam desprezados, e os levarei a pensar só nisso durante a oração.

O ESPÍRITO DE SOBERBA: Eu farei outros crerem que não devem ir, porque na reunião há pessoas cuja religião é só bater no peito.

O ESPÍRITO DE COMODISMO: Eu darei o meu auxílio sugerindo a alguns que oração a gente pode fazer mesmo em casa.

O ESPÍRITO DE MÁ VONTADE: Farei os assistentes ocuparem os lugares mais afastados da mesa, longe dos outros, como se todos estivessem atacados de varíola (riso geral).

SATANÁS: Eu os deixarei sem o espírito de oração, sem reverência, sem amor, levianos, distraídos, interesseiros, críticos e inquietos.

O ESPÍRITO DE DÚVIDA: E, sobretudo, sem fé. Essas deploráveis promessas de Deus é que nos dão trabalho.

LÚCIFER: Eu os farei silenciosos quando se pedirem orações.

SATANÁS: Mas não todos. É preciso que orem os que desejem ser ouvidos pelos homens e ficam sempre muito preocupados com a figura que fazem.

O ESPÍRITO DE ENGANO: Eu me encarrego de iludi-los.

SATANÁS: Com essas medidas havemos de vencer.

(Surge um espírito vindo da Terra.)

O ESPÍRITO: Trago uma péssima notícia. Alguns crentes mais fervorosos tomaram hoje um compromisso irrevogável. Ainda que ninguém mais ore, eles vão perseverar nas reuniões de oração.

LÚCIFER: Pouca gente não adianta nada. Uma andorinha só não faz verão.

O ESPÍRITO: Depende da andorinha. São poucas, mas é gente que crê.

SATANÁS: Se eles creem, nada poderemos fazer contra eles. Pela fé, mais dia, menos dia, hão de acordar a Igreja. Em nome da minha grande experiência eu vos digo: nada podemos contra a fé. Já estamos derrotados.


E tumultuosamente os espíritos desapareceram nas trevas. 
De um folheto.
Pare e Pense.

Reflexão 17/03/2015

   O Deus que servimos é simples, nós é que complicamos as coisas simples de Deus para nós.
Pr. Bina

segunda-feira, 16 de março de 2015

Reflexão 16/03/2015


O amor de Deus vai além do céu, não podemos jamais compreender devemos tão somente e apenas viver este amor, o amor de Deus é um amor sem igual.  
Pr. Bina

O Tesouro da Paciência

Conta-nos Stewart Robertson de duas fontes. 

Uma encontra-se na Islândia, fora de vistas, no interior de profunda cratera. 

Os turistas gostam de jogar uma pedra ou um pedaço de sabão nessa cratera, e então afastar-se e esperar. 

Daí a pouco ouvem um som de água que murmura e ferve, e uma irada coluna de água suja, juntamente com pedaços de rocha, lixo e lama, é projetada no ar.

A outra fonte de que ele nos fala encontra-se nos planaltos da Escócia. 

A fonte mana uma água cristalina, num constante e brando murmurejar. 

Se lança nela uma pedra, detém-se uns momentos o murmurejar, mas logo a pedra é engolida e a fonte continua plácida como sempre.

Algumas pessoas são como a primeira fonte: a qualquer observação desagradável, a qualquer ofensa do semelhante, lança de si ressentimento e ira. 

Outros – e estes devem incluir todos os cristãos – são como a pequena fonte da cena: se uma falta de bondade lhes atravessa o caminho, têm uma resposta branda, e jamais se lhes perturba a calma interior. 

Isto é o que é dar uma resposta branda, como diz  Prov. 15:1.


Palavras que se digam em resposta a uma pessoa irada geralmente agem como um chicote, fustigando-lhe o temperamento e tornando-o mais furioso. 

Mas a ira que encontra o silêncio, bem depressa desvanece. 

Refreie o cristão a língua, resolvendo firmemente não falar palavras ásperas, impacientes. 

Com a língua refreada, poderá ele ser vitorioso, cada vez que for chamado a passar por uma provação da paciência.
Pare e Pense.

quinta-feira, 12 de março de 2015

Reflexão 12/03/2015

Andando, correndo, trabalhando, acordado, ou dormindo quero sempre está no centro de sua vontade Senhor.
Pr. Bina

Escolhendo o Modo Correto de Viver


Uma mãe e seus dois filhos estavam na esquina à espera do bonde. 

"Meninos", disse a mãe, "observem esses dois homens que aí vêm." 

O primeiro deles tinha os cabelos brancos como a neve. Tinha o porte ereto e o passo firme. 

Olhou os rapazes com certo brilho nos olhos e sorriu para a mãe ao passar.

O segundo homem não era tão idoso, mas ai, que diferente! 

Andava curvado e com lentidão, apoiando-se pesadamente sobre uma bengala. De nariz inchado e olhos lacrimosos, passou arrastando-se e olhando fixamente diante de si.


"Meninos", disse a mãe, "o senhor mais idoso, de aspecto elegante, é o juiz Ferreira. 

Ele foi menino cristão, tornando-se homem cristão, delicado e cortês. Possui um lar feliz e é homem útil e respeitado. O avô de vocês conhecia-o quando ainda menino. 

O outro homem, viveu para os prazeres da vida. Era menino agradável e granjeou muitos amigos, que eram do mesmo quilate, e com eles caiu na senda do mal. O pecado e a bebida deixaram-lhe sinais no corpo. 

Ele vive sozinho e infeliz, dependendo da caridade pública. 

Lembrem-se", continuou a mãe, "quando chegarem a ser velhos, vocês serão como um ou outro destes homens." 
Pare e Pense

quarta-feira, 11 de março de 2015

Reflexão 12/03/2015

Nunca na história se ouviu falar que existe alguém melhor do que Deus, Ele é o melhor amigo do homem, o homem só tem a ganhar quando aproxima-se de Deus e torna-se amigo de Deus. 
Pr. Bina 

Problemas Resolvidos Por Decreto!

No fundo, no fundo, bem lá no fundo, a gente gostaria de ver nossos problemas resolvidos por decreto! 

A partir desta data, aquela mágoa sem remédio é considerada nula, e sobre ela – silêncio perpétuo! 

Extinto por lei todo o remorso, maldito seja quem olhar para trás. 

Lá para trás não há nada, e nada mais. 

Mas problemas não se resolvem, problemas têm família grande, e aos domingos saem todos passear: O problema, sua senhora, e outros pequenos probleminhas...
Pare e Pense

Google+ Badge

RADIO AGRADECER


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...