Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Bem Vindos

LEIA A BÍBLIA

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Deus é Poderoso!


Um jovem que trabalhava no exército era humilhado por ser cristão.

Um dia seu superior querendo envergonha-lo na frente do pelotão chamou o soldado e disse; jovem venha aqui, pegue esta chave vá até aquele jipe e estacione ali na frente o jovem disse; senhor não sei dirigir, então disse o superior; peça ajuda a seu deus, mostre que ele existe.

O soldado pegou a chave e começou a orar, depois o soldado ligou o veículo manobrou e estacionou perfeitamente, ao sair do jipe o soldado viu todos de joelho chorando e dizendo nós queremos teu Deus.

O jovem soldado espantado perguntou o que estava acontecendo.

O superior chorando abriu o capô do jipe e mostrou para o jovem que o carro estava sem motor.

O jovem então disse; tá vendo Senhor esse é o deus que eu sirvo o deus do impossível deus que traz a existência aquilo que não existe... Glória a Deus.

O que você acha, seu Deus é capaz de fazer isso?
Deus te abençoe...
Devocional
Colaboração; Nilda Palla.

O Valor de Uma Dona de Casa

Um homem chegou em casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas.

Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa.

A porta do carro da sua esposa estava aberta.

A porta da frente da casa também.

O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.

Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.

A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede.

Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.

Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão.

Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.

Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja e pensava: 

'Será que a minha mulher passou mal’? 
'Será que alguma coisa grave aconteceu’? 
Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro e adentrou-o em completo desespero.

Lá encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia.

O creme dental tinha sido usado e deixado aberto e a banheira transbordando de água e espuma.

Finalmente, ao entrar no quarto de casal, encontrou sua mulher, ainda de pijama na cama, deitada e lendo uma revista.

Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: - Que diabos aconteceu aqui em casa? Por que toda essa bagunça?

Ela sorriu e disse: - Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta: Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa’? Bem... Hoje eu não fiz nada, FOFO!!!!
Um Minuto Só
Colaboração; Maura.

A Mesa do Velho Avô


Um frágil e velho homem foi viver com seu filho, nora, e o seu neto mais velho de quatro anos.

As mãos do velho homem tremiam, e a vista era embaralhada, e o seu passo era hesitante.

A família comeu junto à mesa.

Mas as mãos trêmulas do avô ancião e sua visão falhando, tornou difícil o ato de comer.

Ervilhas rolaram da colher dele sobre o chão.

Quando ele pegou seu copo, o leite derramou na toalha da mesa.

A bagunça irritou fortemente seu filho e nora: "Nós temos que fazer algo sobre o Vovô," disse o filho.

"Já tivemos bastante do seu leite derramado, ouvindo-o comer ruidosamente, e muita de sua comida no chão".

Assim o marido e esposa prepararam uma mesa pequena no canto da sala.

Lá, Vovô comia sozinho enquanto o resto da família desfrutava do jantar.

Desde que o Avô tinha quebrado um ou dois pratos, a comida dele foi servida em uma tigela de madeira.

Quando a família olhava de relance na direção do Vovô, às vezes percebiam nele uma lágrima em seu olho por estar só.

Ainda assim, as únicas palavras que o casal tinha para ele eram advertências acentuadas quando ele derrubava um garfo ou derramava comida.

O neto mais velho de quatro anos assistiu tudo em silêncio.
Uma noite antes da ceia, o pai notou que seu filho estava brincando no chão com sucatas de madeira.

Ele perguntou docemente para a criança, "O que você está fazendo? "Da mesma maneira dócil, o menino respondeu: " Oh, eu estou fabricando uma pequena tigela para Você e Mamãe comerem sua comida quando eu crescer."

O neto mais velho de quatro anos sorriu e voltou a trabalhar.
As palavras do menino golpearam os pais que ficaram mudos.

Então lágrimas começaram a fluir em seus rostos.

Entretanto nenhuma palavra foi falada, ambos souberam o que devia ser feito.

Aquela noite o marido pegou a mão do Vovô e com suavidade o conduziu para a mesa familiar.

Para o resto de seus dias de vida ele comeu sempre com a família.

E por alguma razão, nem marido nem esposa pareciam se preocupar mais quando um garfo era derrubado, ou leite derramado, ou que a toalha da mesa tinha sujado.

As crianças são notavelmente perceptivas.

Os olhos delas sempre observam suas orelhas sempre escutam, e suas mentes sempre processam as mensagens que elas absorvem.

Se elas nos veem pacientemente providenciar uma atmosfera feliz em nossa casa, para nossos familiares, eles imitarão aquela atitude para o resto de suas vidas.

O pai sábio percebe isso diariamente, que o alicerce está sendo construído para o futuro da criança.

Sejamos sábios construtores de bons exemplos de comportamento de vida em nossas funções. (leia Dt. 6)

Lembre-se também do Mandamento que Deus nos deixou : "Honra o teu pai e tua mãe para que se ......" ( Êx. 20:12 )

Pare & Pense
Colaboração; Eletricista.

O Amor Verdadeiro

Um professor se encontrou com um grupo de jovens que falava contra o casamento.

Argumentavam que o que mantém um casal é o romantismo, e que é preferível acabar com a relação quando este se apaga, em vez de se submeter à triste monotonia do matrimônio.

O mestre disse que respeitava sua opinião, mas lhes contou a seguinte história.
“Meus pais viveram 55 anos casados”.

Numa manhã minha mãe descia as escadas para preparar o café e sofreu um enfarte.

Meu pai correu até ela, levantou-a como pôde e quase se arrastando a levou até à caminhonete.

Dirigiu a toda velocidade até o hospital, mas quando chegou, infelizmente ela já estava morta.

Durante o velório, meu pai não falou.

Ficava o tempo todo olhando para o nada.

Quase não chorou.

Eu e meus irmãos tentamos, em vão, quebrar a nostalgia recordando momentos engraçados.

Na hora do sepultamento, papai, já mais calmo, passou a mão sobre o caixão e falou com sentida emoção: — Meus filhos foram 55 bons anos...

Ninguém pode falar do amor verdadeiro se não tem ideia do que é compartilhar a vida com alguém por tanto tempo.

Fez uma pausa, enxugou as lágrimas e continuou: — Ela e eu estivemos juntos em muitas crises.

Mudei de emprego, renovamos toda a mobília quando vendemos a casa e mudamos de cidade.

Compartilhamos a alegria de ver nossos filhos concluírem a faculdade, choramos um ao lado do outro quando entes queridos partiam.

Oramos juntos na sala de espera de alguns hospitais, nos apoiamos na hora da dor, trocamos abraços em cada Natal, e perdoamos nossos erros...

Filhos, agora ela se foi, e estou contente.

E vocês sabem por quê?

Porque ela se foi antes de mim e não teve que viver a agonia e a dor de me enterrar, de ficar só depois da minha partida.

Sou eu que vou passar por essa situação, e agradeço a Deus por isso.

Eu a amo tanto que não gostaria que sofresse assim...

Quando meu pai terminou de falar, meus irmãos e eu estávamos com os rostos cobertos de lágrimas.

Nós o abraçamos e ele nos consolava, dizendo: Está tudo bem, meus filhos, podemos ir para casa."

E, por fim, o professor concluiu: - Naquele dia entendi o que é o verdadeiro amor.

Está muito além do romantismo, e não tem muito a ver com o erotismo, mas se vincula ao trabalho e ao cuidado a que se professam duas pessoas realmente comprometidas.

Quando o mestre terminou de falar, os jovens universitários não puderam argumentar.

Pois esse tipo de amor era algo que não conheciam.

O verdadeiro amor se revela nos pequenos gestos, dia-a-dia e por todos os dias.

O verdadeiro amor não é egoísta, não é presunçoso, nem alimenta o desejo de posse sobre a pessoa amada.

Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado com certeza chegará mais longe!
Reflexão
Colaboração; Aninha Dantas.

Morangos

Um homem estava caindo em um barranco e se agarrou às raízes de uma árvore. 

Em cima do barranco havia um urso imenso querendo devorá-lo. 

O urso rosnava, mostrava os dentes, babava de ansiedade pelo prato que tinha à sua frente. 
Embaixo, prontas para engoli-lo, quando caísse, estavam nada mais nada menos do que seis onças tremendamente famintas.

Ele erguia a cabeça, olhava para cima e via o urso rosnando. Quando o urso dava uma folga, ouvia o urro das onças, próximas do seu pé. 

As onças embaixo querendo comê-lo e o urso em cima querendo devorá-lo.
Em determinado momento, ele olhou para o lado esquerdo e viu um morango vermelho, lindo, com aquelas pontinhas douradas refletindo o sol.

Num esforço supremo, apoiou seu corpo, sustentado apenas pela mão direita, e com a esquerda, pegou o morango. Quando pôde olhá-lo melhor, ficou inebriado com sua beleza.

Então, levou o morango à boca e se deliciou com o sabor doce e suculento.

Foi um prazer supremo comer aquele morango tão gostoso.
Deu para entender?

Talvez você pergunte: "Mas, e o urso?" Ignore o urso e coma o morango!

E as onças?

Esqueça as onças, coma o morango!

Precisamos viver cada dia por vez! 

Deus sempre estará nos dando escapes tremendos, basta descansar nELE, porque ELE é o Deus de LIVRAMENTOS!

“Tu és o meu esconderijo; preservas-me da angústia; de alegres cânticos me cercas”. Sl 32.7

Amigos saboreie seu morango hoje!
Meditação
Colaboração; Maura.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

A Borboleta e a Flor

Certa  vez, um homem pediu a Deus uma flor... 
...e uma borboleta.

Mas Deus  lhe deu um cacto...  
    
...e uma  lagarta. 
    
O  homem ficou triste pois não entendeu o porque do seu pedido vir errado. 

Daí pensou: Também, com tanta gente para atender... 
E  resolveu não questionar. 
Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixara esquecido.
    
Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores. 
E a horrível lagarta transformara-se em uma belíssima borboleta.
    
Deus sempre age certo. 
O Seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar dando tudo  errado.  

Se  você pediu a Deus uma coisa e recebeu outra, confie. 
Tenha  a certeza de que Ele sempre dá o que você precisa, no momento certo.
    
Nem sempre  o que você deseja...  
é o que você precisa. 
Como  Ele nunca erra na entrega de seus pedidos, siga em frente sem murmurar ou duvidar. 
O  espinho de hoje... 
será  a flor de amanhã! 
FIM
Meditação 
Colaboração; Jane Rodrigues.

Convite!

Vamos orar rapidinho?  
Hoje, Senhor, agradeço pela noite maravilhosa, e pelo cobertor que me aqueceu.

Pelo alimento, por mais um dia de trabalho, e por mais um dia de vida.

Me hizo  un electrocardiograma y el diagnóstico fue  que necesitaba varios by pases de amor, porque mis arterias estaban bloqueadas de  soledad y no abastecían a mi corazón  vacío. 

Abençoa,  Senhor, meus amigos  e inimigos, porque eles também  precisam de Ti.

Realiza os seus sonhos, que está lendo esta mensagem.  dá-lhe a vitória que tanto necessita, Abençoa, Senhor, o meu amigo.

También me encontró miopía, ya que no podia ver más allá de las cosas negativas  de mi prójimo. 

Abençoa-o, protege-o e dá-lhe sabedoria junto aos  seus familiares com gratidão e amor eu oro, em nome do Senhor Amém!


Passa esta mensagem, bem depressinha, para o máximo de  pessoas que puderes e não esqueças de mandá-la novamente para  quem ta mandou, Em instantes, muitas pessoas estarão orando por ti e até... e até eu...


Que  Deus vos abençoe! 

Abraços  a todos. 

Confie...   

As coisas acontecem na hora certa.  

Exatamente quando devem acontecer!  
Nos momentos felizes, louve a Deus.  
Nos momentos difíceis, busque a Deus.  
Nos momentos silenciosos, adore a Deus.  
Nos momentos dolorosos, confie em Deus.  
Em cada momento, agradeça a Deus. 93% das pessoas não encaminharão a outros essa mensagem ou blog, www.deusaindafala.blogspot.com mas você ira fazê-lo com certeza. 
Que  Deus te abençoe sempre!
Reflexão
Colaboração; Marta Helena.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Lençóis Sujo


Um casal, recém casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:
- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!
Provavelmente está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:
- Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis brancos, altissimamente brancos, sendo estendida, e empolgada foi dizer ao marido:
- Veja! Ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha ensinou? Porque, não fui eu que a ensinei.
O marido calmamente respondeu:
- Não, é que hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!
E assim é.
Tudo depende da janela através da qual observamos os fatos.
Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações.
Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.
Só assim poderemos ter real noção do real valor de nossos amigos.
Lave sua vidraça.
Abra sua janela.
"Tire primeiro a trave do seu olho, e então verás claramente para tirar o cisco do olho do teu irmão" (Mateus 7:5)
Reflexão 
Colaboração; Nelson & Sonia.

Clinica da Alma

Fui à  clínica do Senhor para fazer uma consulta  de rotina. E constatei que estava enfermo.

Quando Jesus me tomou a pressão, viu que estava  baixa de ternura. 

Ao medir-me a temperatura, o termômetro registrou 40º  C de ansiedade.  Me hizo  un electrocardiograma y el diagnóstico fue  que necesitaba varios by pases de amor, porque mis arterias estaban bloqueadas de soledad y no abastecían a mi corazón  vacío. 

Me fez  um eletrocardiograma e o diagnóstico foi  que necessitava bombear mais amor, pois as minhas artérias estavam bloqueadas de solidão e saudade, e não abasteciam meu coração vazio.
    
Passei pela ortopedia, já que não podia caminhar  ao lado do meu irmão, e tampouco  dar um abraço fraternal, porque havia  me machucado ao tropeçar nos problemas.

 También  me encontró miopía, ya que no podía  ver más allá de las cosas negativas  de mi prójimo. 


Também me diagnosticou  miopia, já que não podia ver mais  nada além das coisas negativas do meu  próximo.

Quando me queixei de surdez, Jesus disse que eu havia deixado de escutar Sua voz a  cada dia. 

É claro que Jesus me deu uma consulta gratuita e, graças à Sua misericórdia, prometo que ao sair desta clínica, tomarei somente os medicamentos naturais que me receitou através da Sua verdade.

Ao  levantar-me, beber um copo de agradecimento.

Ao chegar ao trabalho, tomar uma xícara  de paz.

A  cada hora, ingerir um comprimido de paciência e uma cápsula de  humanidade.

 Ao  chegar em casa, injetar  uma dose de amor. E,  antes de dormir, tomar  duas doses de consciência  tranquila.

Não se deprima nem se desespere pelo que está vivendo hoje. 

Deus sabe  o que você sente. Ele sabe perfeitamente  o seu limite e  não deixará passar  deste ponto. 

 O  propósito de Deus para  você é admiravelmente  perfeito. 

Ele deseja lhe mostrar muitas coisas que somente compreenderia estando exatamente no lugar onde está e  na exata condição que vive agora neste lugar.  

Que  Deus o abençoe sempre!
Meditação
Colaboração; Sandra Benício.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Os 3 Velhos

Bom dia
- Não os conheço, mas devem estar com fome.
Por favor entrem em minha casa para que possam comer algo.

Eles perguntaram: - O homem da casa está?
- Não, respondeu ela, não está.
- Então não podemos entrar, disseram eles.

Ao entardecer, quando o marido chegou, ela contou-lhe o sucedido.

O marido lhe disse: - Então vá lá e diga a eles que já cheguei e os convide para entrar.

A mulher saiu e convidou os homens para entrarem em sua casa.

- Não podemos entrar numa casa os três juntos, explicaram os velhos.
- Por quê? Quis saber ela.

Um dos homens apontou para outro dos seus amigos e explicou: O nome dele é Riqueza.
Depois apontou para o outro.
O nome dele é Êxito e eu me chamo Amor.

Agora entre e decida com o seu marido qual de nós três, vocês desejam convidar para entrar em vossa casa.

A mulher entrou em casa e contou a seu marido o que eles lhe haviam dito.

O homem ficou muito feliz e replicou: - Que bom!

Á que é assim vamos convidar a Riqueza, que entre e encha a nossa casa.

Sua esposa não estava de acordo: - Querido, por que não convidamos o Êxito?

A filha do casal estava escutando tudo e veio correndo a dizer:
- Não seria melhor convidar o Amor?
Nosso lar ficaria então cheio de amor.

- Vamos escutar o conselho de nossa filha, disse o esposo à sua mulher. Vá lá fora e convide o Amor para que seja nosso hóspede.

A esposa saiu e perguntou-lhes:
- Qual de vocês é o Amor? Por favor, entre e seja nosso convidado.

O Amor sentou-se em sua cadeira e começou a avançar para a casa.

Os outros dois também levantaram-se e o seguiram. Surpresa, a mulher perguntou à Riqueza e ao Êxito: - Só convidei o Amor, por que vocês estão vindo também ?

Os homens responderam juntos:- Se tivessem convidado a Riqueza ou o Êxito os outros dois permaneceriam aqui fora, mas já que convidaram o Amor, aonde ele vai, nós vamos com ele.

Onde houver amor, há também riqueza e êxito.

O MEU DESEJO PARA VOCÊ É QUE:Onde haja dor, desejo Paz e Felicidade.Onde haja falta de fé,desejo uma confiança renovada em sua capacidade para superá-la em Jesus Cristo.Onde haja medo, desejo amor e valor na Palavra de Deus.

Meditação
Colaboração; Reni.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

O Poder de Deus


Um dos maiores milagres matemáticos do mundo foi Moisés e o povo de Israel. 

Moisés saiu com o povo para o deserto, mas que ia fazer com ele?

Tinham que ser alimentados e alimentar 3,5 milhões de pessoas requereria bastante comida. 

De acordo com um general do exército, Moisés necessitava de 1.500 toneladas de comida por dia. 

Para transportar esta comida seriam necessários dois trens de carga de 620 m de comprimento.

Além disso, o povo estava no deserto e precisava de lenha para cozinhar a comida. 

Para isso, necessitaria de 4.000 toneladas de madeira e vários outros trens de 620 m de comprimento. Isto para apenas 1 dia. 

Consideremos que o povo esteve 40 anos no deserto.O povo também teve que tomar água. 

Se o povo utilizasse somente o necessário para beber e lavar alguns itens, precisaria de 11 milhões de galões de água por dia (41.600.000 litros). 



Isso representa um trem de carga com tanques de água de 6,82 km de comprimento; somente para levar a água. 

Não havia lagos e a única água que o povo tinha era de alguns poucos poços. Como conseguia tanta água?

Outra coisa interessante. O povo cruzou o Mar Vermelho em uma noite. 

Se todos caminhassem em fila dupla na parte mais estreita do mar, a fila teria sido de 496 km de comprimento e necessitariam de 35 noites para cruzá-lo. 



Ou seja, possivelmente, para a travessia em uma noite, deveria haver no Mar Vermelho uma abertura de, pelo menos, 6,48 km de largura e caminharam 5.000 pessoas, lado a lado, para atravessá-lo em uma noite.

Outro problema. Cada vez que eles acampavam no fim do dia, era necessário ter um espaço de 434 quilômetros quadrados, ou seja, 15 km de largura por 18,6 km de comprimento. 

Este espaço somente para uma noite de acampamento. Vocês creem que Moisés considerou tudo isto antes de sair com o povo de Israel para o deserto?

Creio que não. 
Moisés depositou sua confiança em Deus, obedeceu a Sua Voz e reconheceu que Deus cuidaria deles em todas estas coisas.
Foi isso o que aconteceu. 
Deus os guiou milagrosamente.
Esse Deus é o mesmo que adoramos hoje!

Pare & Pense
Colaboração; Lúcia Aparecida.

Google+ Badge

RADIO AGRADECER


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...