Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Siga Este Blog...

Versículo do Momento Para o Teu Coração

sábado, 22 de novembro de 2014

Reflexão 22/11/2014

Enquanto não aprendermos a confiar plenamente em Deus não saberemos andar completamente com liberdade em um mundo cativo.
Pr. Bina

Dormir Enquanto os Ventos Sopram.


Alguns anos atrás, um fazendeiro possuía terras ao longo do litoral do Atlântico.

Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados.

A maioria de pessoas estavam pouco dispostas a trabalhar em fazendas ao longo do Atlântico.

Temiam as horrorosas tempestades que variam aquela região, fazendo estragos nas construções e nas plantações.

Procurando por novos empregados, ele recebeu muitas recusas.

Finalmente, um homem baixo emagro, de meia-idade, se aproximou do fazendeiro.

- Você é um bom lavrador? Perguntou o fazendeiro.

- Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Respondeu o pequeno homem.

Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou.

O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer até o anoitecer e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do homem.

Então, uma noite, o vento uivou ruidosamente.

O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados.

Sacudiu o pequeno homem e gritou, - Levanta!

Uma tempestade está chegando!

Amarre as coisas antes que sejam arrastadas!

O pequeno homem virou-se na cama e disse firmemente, - Não senhor.

Eu lhe falei, eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Enfurecido pela resposta, o fazendeiro estava tentado a despedi-lo imediatamente.

Em vez disso, ele se apressou a sair e preparar o terreno para a tempestade.

Do empregado, trataria depois.

Mas, para seu assombro, ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo.

As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos nos viveiros, e todas as portas muito bem travadas.

As janelas bem fechadas e seguras.

Tudo foi amarrado.

Nada poderia ser arrastado.

O fazendeiro então entendeu o que seu empregado quis dizer, então retornou para sua cama para também dormir enquanto o vento soprava.

O que eu quero dizer com esta história, é que quando se está preparado espiritualmente, mentalmente e fisicamente - você não tem nada a temer.

Eu lhe pergunto: você pode dormir enquanto os ventos sopram em sua vida?


Espero que você durma bem!
Pare e Pense

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Reflexão 21/11/2014

É impossível alguém que já provou o amor de Deus e deixa-lo de amar e tentar encontrar esse amor em outros lugares. É impossível alguém que já pisou no santo dos Santos  e procurar viver em outros lugares. É impossível vivermos longe da presença de Deus, simplesmente é impossível não te amar Deus.
Pr. Bina

A História do Burro.


Um dia, o burro de um camponês caiu num poço. 

Não chegou a se ferir, mas não podia sair dali por conta própria.

Por isso o animal chorou fortemente durante horas, enquanto o camponês pensava no que fazer.

Finalmente, o camponês tomou uma decisão cruel: concluiu que já que o burro estava muito velho e que o poço estava mesmo seco, precisaria ser tapado de alguma forma.

Portanto, não valia a pena se esforçar para tirar o burro de dentro do poço. 

Ao contrário, chamou seus vizinhos para ajudá-lo a enterrar vivo o burro.

Cada um deles pegou uma pá e começou a jogar terra dentro do poço.

O burro não tardou a se dar conta do que estavam fazendo com ele chorou desesperadamente.

Porém, para surpresa de todos, o burro aquietou-se depois de umas quantas pás de terra que levou.

O camponês finalmente olhou para o fundo do poço e se surpreendeu com o que viu.
A cada pá de terra que caía sobre suas costas o burro a sacudia, dando um passo sobre esta mesma terra que caía ao chão.  


Assim, em pouco tempo, todos viram como o burro conseguiu chegar até a boca do poço, passar por cima da borda e sair dali trotando.  
Pare e Pense.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Reflexão 20/11/2014

Só você pode mudar a sua história, creia que é possível e volte para Jesus, pois Ele já conquistou tudo por você e para você na cruz, para que você não continuem essa vida sem sentido, e lembre-se; ninguém pode fazer por você aquilo que Deus já outorgou na sua vida.
Pr. Bina

Era Uma Vez...



Era uma vez um menininho bastante pequeno que contrastava com a escola bastante grande.

Uma manhã, a professora disse: Hoje nós iremos fazer um desenho. " Que bom!" – pensou o menininho.

Ele gostava de desenhar leões, tigres, galinhas, vacas, trens e barcos...

Pegou a sua caixa de lápis-de-cor e começou a desenhar.

A professora então disse: Esperem, ainda não é hora de começar!

Ela esperou até que todos estivessem prontos.

Agora, disse a professora, nós iremos desenhar flores.

E o menininho começou a desenhar bonitas flores com seus lápis rosa, laranja e azul. 

A professora disse: Esperem!

Vou mostrar como fazer.

E a flor era vermelha com caule verde.

Assim, disse a professora, agora vocês podem começar.

O menininho olhou para a flor da professora, então olhou para a sua flor.

Gostou mais da sua flor, mas não podia dizer isso...

Virou o papel e desenhou uma flor igual à da professora.

Era vermelha com o caule verde.

Num outro dia, quando o menininho estava em aula ao ar livre, a professora disse: Hoje nós iremos fazer alguma coisa com o barro. "Que bom!"!!! pensou o menininho.

Ele gostava de trabalhar com barro.

Podia fazer com ele todos os tipos de coisas: elefantes, camundongos, carros e caminhões.

Começou a juntar e amassar a sua bola de barro.

Então, a professora disse: Esperem!

Não é hora de começar!

Ela esperou até que todos estivessem prontos.

Agora, disse a professora, nós iremos fazer um prato. "Que bom!" – pensou o menininho.

Ele gostava de fazer pratos de todas as formas e tamanhos.

A professora disse: Esperem!

Vou mostrar como se faz.

Assim, agora vocês podem começar.

E o prato era um prato fundo.

O menininho olhou para o prato da professora, olhou para o próprio prato e gostou mais do seu, mas ele não podia dizer isso.

Amassou seu barro numa grande bola novamente e fez um prato fundo, igual ao da professora.

E muito cedo o menininho aprendeu a esperar e a olhar e a fazer as coisas exatamente como a professora.

E muito cedo ele não fazia mais coisas por si próprio.

Então aconteceu que o menininho teve que mudar de escola.

Essa escola era ainda maior que a primeira.

Um dia a professora disse: Hoje nós vamos fazer um desenho. "Que bom! – pensou o menininho e esperou que a professora dissesse o que fazer.

Ela não disse.

Apenas andava pela sala.

Então veio até o menininho e disse: Você não quer desenhar?

Sim, e o que é que nós vamos fazer?

Eu não sei, até que você o faça.

Como eu posso fazê-lo? Da maneira que você gostar.

E de que cor?

Se todo mundo fizer o mesmo desenho e usar as mesmas cores, como eu posso saber o que cada um gosta de desenhar?


Eu não sei...

E então o menininho começou a desenhar uma flor vermelha com o caule verde....
Pare e Pense.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Reflexão 19/11/2014

Senhor quero te oferecer todo o meu amor, será o meu prazer te adorar todos os dias.
Pr. Bina

O Touro e a Força.


Um homem foi a uma tourada.

No final da apresentação resolveu olhar os touros mais de perto, dirigiu-se então para o local onde eles estavam presos.

Ao se aproximar de um touro percebeu que ele estava preso por uma corda muito fina e, que facilmente poderia ser rompida pelo touro.

Naquele momento, pensou o homem, se o touro arrebentar esta corda com certeza ele irá me atacar, desesperado ele procurou se retirar do lugar.

Quando saía rapidamente encontrou um senhor que cuidava dos touros. 

- O que houve meu jovem? – Perguntou o senhor.

- Este touro está preso por uma fina corda e se fugir irá nos matar – Respondeu angustiado.


- Calma meu jovem – disse o velho com um sorriso no rosto – O touro não arrebenta a corda porque ele não sabe a força que tem. 
Pare e Pense.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Reflexão 18/11/2014

Não há motivo para eu desesperar pois eu sei que todas as minhas necessidades serão supridas em Cristo Jesus, pois eu sei que Ele é fiel a mim em todos os momentos da minha vida.
Pr. Bina

A Prata

Havia um grupo de mulheres num estudo bíblico do livro de Malaquias.

Quando elas estavam estudando o capítulo 3, elas se depararam com o versículo 3 que diz: "Ele assentar-se-á como fundidor e purificador de prata"...

Este verso intrigou as mulheres e elas se perguntaram o que esta afirmação significava quanto ao caráter e natureza de Deus.

Uma das mulheres se ofereceu para tentar descobrir como se realizava o processo de refinamento da prata e voltar para contar ao grupo na próxima reunião do estudo bíblico.

Naquela semana está mulher ligou para um ourives e marcou um horário com ele para assisti-lo em seu trabalho.

Ela não mencionou a razão de seu interesse na prata, nada além do que sua curiosidade sobre o processo de refinamento da prata.

Enquanto ela o observava, ele mantinha um pedaço de prata sobre o fogo e deixava-o aquecer.

Ele explicou que no refinamento da prata devia-se manter prata no meio do fogo onde as chamas eram mais quentes de forma a queimar todas as impurezas.

A mulher pensou em Deus mantendo-nos num lugar tão quente, depois ela pensou sobre o verso novamente, que "ele se assenta como um fundidor e purificador da prata".

Ela perguntou ao ourives se era verdade que ele tinha que se sentar em frente ao fogo o tempo todo que a prata estivesse sendo refinada. 

O homem respondeu que sim.

Ele não apenas tinha que sentar-se lá segurando a prata, mas também tinha que manter seus olhos na prata o tempo inteiro que ela estivesse no fogo.

Se a prata fosse deixada, apenas por um momento, em demasia nas chamas, ela seria destruída.

A mulher silenciou por um instante.

Depois ela perguntou: - "Como você sabe quando a prata está completamente refinada?".

Ele sorriu e respondeu: - "Oh, é fácil. Quando eu vejo a minha imagem nela". 
Pare e Pense

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Reflexão 17/11/2014


A presença do Senhor Nosso Deus em nossas vidas é tão preciosa e inigualável que podemos dizer que assim tanto quanto necessitamos do ar, também não podemos viver sem Deus, por que se assim procuramos viver sem Ele, tonaremos cadáveres ambulantes neste mundo, sem luz e sem vida isto é sem Deus.
Pr. Bina

Uma Flor Rara.


Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe pagava muitíssimo bem, uma família unida.

O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida estava deficitária em algumas áreas.

Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se problemas, ela deixava de lado o marido.

E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois.

Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: uma flor muito cara e raríssima, da qual havia um apenas exemplar em todo o mundo.

E disse à ela: - Filha, está flor vai te ajudar muito mais do que você imagina!

Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, ás vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores.

A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual.

Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor.

Ela chegava em casa, olhava a flor e as flores ainda estavam lá, não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá, lindas, perfumadas.

Então ela passava direto.

Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu. 

Ela chegou em casa e levou um susto!

Estava completamente morta, caída suas folhas amarelas. 

A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido.

Seu pai então respondeu: - Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso te dar outra ...

Seu marido e sua família. 

Todos são bênçãos que o Senhor te deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem.


Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada, e se esqueceu de cuidar dela. Cuide das pessoas que você ama!
Pare e Pense

sábado, 15 de novembro de 2014

Reflexão 15/11/2014

Sua vida é como perola, aos olhos dos homens está oculto não há valor, mas aos olhos de Deus você é muito precioso.
Pr. Bina

Hospital do Senhor.


Fui ao hospital do Senhor fazer um "check-up" de rotina e constatei que estava doente.

Quando Jesus mediu minha pressão, verificou que estava baixa de ternura.

Ao tirar a temperatura, o termômetro registrou 40 graus de egoísmo.

Fiz um eletrocardiograma e foi diagnosticado que necessitava de uma ponte de amor, pois minha artéria estava bloqueada e não estava abastecendo meu coração vazio.

Passei pela ortopedia, pois estava com dificuldade de andar lado a lado com meu irmão e não conseguia abraçá-lo por ter fraturado o braço, ao tropeçar na minha vaidade.

Constatou-se miopia, pois não conseguia enxergar além das aparências.

Queixei-me de não poder ouvi-lo e diagnosticou bloqueio em decorrência das palavras vazias do dia-a-dia.

Obrigado, Senhor, por não ter me cobrado consulta, pela sua grande misericórdia.

Prometo, ao sair daqui, somente usar remédios naturais que me indicou e que estão no Evangelho.

Vou tomar diariamente, ao me levantar, chá de agradecimento; ao chegar ao trabalho, beber uma colher de sopa de bom dia; e de hora em hora, um comprimido de paciência, com um copo de humildade.

Ao chegar em casa, Senhor, vou tomar, diariamente, uma injeção de amor e, ao me deitar, duas cápsulas de consciência tranquila.

Agindo assim, tenho certeza de que não ficarei mais doente e todos os dias serão de confraternização e solidariedade.

Prometo prolongar este tratamento preventivo por toda a minha vida, para que quando eu for chamado, possa ser achado digno de ser Seu filho.

Obrigado senhor, e perdoe-me.


De seu cliente. 
Autor Desconhecido

"Todos nós vivemos devorados pela necessidade de sermos amados, mas temos medo da insegurança de amar." 
Pare e Pense.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Reflexão 14/11/2014

Domínio e poder pertencem a Jesus, portanto creia que só Ele é capaz de te livrar de acusações que lançam contra a tua vida, creia tão somente que é Ele que nos justifica todos os dias.
Pr. Bina

Pai Nosso Meditado.


Cristão: Pai nosso que estais no céu...

Deus: Sim? Estou aqui.

Cristão: Por favor, não me interrompa, estou orando! Deus: Mas você me chamou!

Cristão: Chamei? Eu não chamei ninguém.

Estou orando.

Pai nosso que estais no céu...

Deus: Aí, você chamou de novo.

Cristão: Fiz o que?

Deus: Me chamou. Você disse: Pai nosso que estais no céu. Estou aqui.

Como é que Posso ajudá-lo?

Cristão: Mas eu não quis dizer isso. É que estou orando.

Oro o Pai Nosso todos os dias, me sinto bem orando assim.

É como se fosse um dever.

E não me sinto bem até cumpri-lo.

Deus: Mas como podes dizer Pai Nosso, sem lembrar que todos são seus irmãos, como podes dizer que estais no céu, se você não sabe que o céu é a paz, que o céu é amor a todos?

Cristão: É, realmente ainda não havia pensado nisso.

Deus: Mas, prossiga sua oração.

Cristão: Santificado seja o teu nome...

Deus: Espere aí! O que você quer dizer com isso?

Cristão: Quero dizer...quer dizer, é. Sei lá o que significa. Como é que vou saber? Faz parte da oração, só isso!

Deus: Santificado significa digno de respeito, Santo, Sagrado.

Cristão: Agora entendi.

Mas nunca havia pensado no sentido dessa palavra SANTIFICADO ... "Venha a nós o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu..."

Deus: Está falando sério?

Cristão: Claro! Porque não?

Deus: E o que você faz para que isso aconteça?

Cristão: O que faço?

Nada!

É que faz parte da oração, além disso seria bom que o Senhor tivesse um controle de tudo o que acontecesse no céu e na terra também.

Deus: Tenho controle sobre você?

Cristão: Bem, eu frequento a igreja!

Deus: Não foi isso que Eu perguntei.

Que tal o jeito que você trata os seus irmãos, a maneira com que você gasta o seu dinheiro, o muito tempo que você dá à televisão, as propagandas que você corre atrás, e o pouco tempo que você dedica à Mim?

Cristão: Por favor. Pare de criticar!

Deus: Desculpe. Pensei que você estava pedindo para que fosse feita a minha vontade.
Se isso for acontecer tem que ser com aqueles que oram, mas que aceitam a minha vontade, o frio, o sol, a chuva, a natureza, a comunidade.

Cristão: Está certo, tens razão.

Acho que nunca aceito a sua vontade, pois reclamo de tudo: se manda chuva, peço sol, se manda o sol reclamo do calor, se manda frio, continuo reclamando, se estou doente peço saúde, não cuido dela, deixo de me alimentar ou como muito...

Deus: Ótimo reconhecer tudo isso.

Vamos trabalhar juntos Eu e você, mas olha, vamos ter vitórias e derrotas.

Eu estou gostando dessa nova atitude sua.

Cristão: Olha Senhor, preciso terminar agora.

Esta oração está demorando muito mais do que costuma ser.

Vou continuar: "o pão nosso de cada dia nos daí hoje..."

Deus: Pare aí!

Você está me pedindo pão material?

Não só de pão vive o homem, mas também da minha palavra.

Quando me pedires o pão, lembre-se daqueles que nem conhecem pão.

Pode pedir-me o que quiser, desde que me veja como um Pai amoroso!

Eu estou interessado na próxima parte de sua oração.

Continue!

Cristão: "Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido"

Deus: E o seu irmão desprezado?

Cristão: Está vendo?

Olhe Senhor, ele já criticou várias vezes e não era verdade o que dizia.

Agora não consigo perdoar.

Preciso me vingar.

Deus: Mas, e sua oração?

O quer dizer sua oração?

Você me chamou, e eu estou aqui, quero que saias daqui transfigurado, estou gostando de você ser honesto.

Mas não é bom carregar o peso da ira dentro de você, não acha?

Cristão: Acho que iria me sentir melhor se me vingasse!

Deus: Não vai não!

Vai se sentir pior.

A vingança não é tão doce quanto parece.

Pense na tristeza que me causaria, pense na sua tristeza agora.

Eu posso mudar tudo para você.

Basta você querer.

Cristão: Pode? Mas como?

Deus: Perdoe seu irmão, Eu perdoarei você e te aliviarei.

Cristão: Mas Senhor, eu não posso perdoá-lo.

Deus: Então não me peças perdão também!

Cristão: Mais uma vez está certo!

Mais do que quero vingar-me, quero a paz com o Senhor.

Está bem, está bem; eu perdoo a todos, mas ajude-me Senhor.

Mostre-me o caminho certo para mim e meus inimigos.

Deus: Isto que você pede é maravilhoso, estou muito feliz com você.

E você como está se sentindo?

Cristão: Bem, muito bem mesmo!

Para falar a verdade, nunca havia me sentido assim!

É tão bom falar com Deus.

DEUS: Ainda não terminamos a oração. 

Prossiga...

Cristão: "E não deixeis cair em tentações, mas livrai-nos do mal"

Deus: Ótimo, vou fazer justamente isso, mas não se ponha em situações onde possa ser tentado.

Cristão: O que quer dizer com isso?

Deus: Deixe de andar na companhia de pessoas que o levam a participar de coisas sujas, intrigas, fofocas.

Abandone a maldade, o ódio.

Isso tudo vai levá-lo para o caminho errado.

Não use tudo isso como saída de emergência!

Cristão: Não estou entendendo!

Deus: Claro que entende!

Você já fez isso comigo várias vezes.

Entra no erro, depois corre me pedir socorro.

Cristão: Puxa, como estou envergonhado!

Deus: Você me pede ajuda, mas logo em seguida volta a errar de novo, para mais uma vez vir fazer negócios comigo!

Cristão: Estou com muita vergonha, perdoe-me Senhor!

Deus: Claro que perdoo!

Sempre perdoo a quem está disposto a perdoar também, mas não esqueça, quando me chamar, lembre-se de nossa conversa, medite cada palavra que fala! Termine sua oração.
Cristão: Terminar? Há, sim, "Amém!"

Deus: O que quer dizer amém?

Cristão: Não sei. É o final da oração.

Deus: Você só deve dizer amém quando aceita dizer tudo o que eu quero, quando concorda com minha vontade, quando segue os meus mandamentos, porque AMÉM!
Quer dizer: assim seja, concordo com tudo que orei.

Cristão: Senhor, obrigado por ensinar-me está oração e agora obrigado por fazer-me entendê-la.

Deus: Eu amo cada um dos meus filhos, amo mais ainda aqueles que querem sair do erro, quer ser livre do pecado.

Abençoo-te e fica com minha paz!

Cristão: Obrigado, Senhor!


Estou muito feliz em saber que és meu amigo. 
Pare e Pense

Rádio Keraz Gospel

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Gostou? Então, Indique-nos a Um (a) Amigo (a)

Seu nome
Seu email
Nome do seu amigo
E-mail do seu amigo

Como Está o Mundo Agora?