Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Siga Este Blog...

Versículo do Momento Para o Teu Coração

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Reflexão 27/11/2014

Todos aqueles que necessitam de Deus e chama por Ele, é surpreendido pois Ele faz muito mais além do que pedimos.
Pr. Bina

A Bíblia Funciona


Um medico cristão estava lendo sua Bíblia assentado num banco da praça, quando um senhor se aproximou e reconhecendo o médico disse: - Não posso crer que o senhor, com sua cultura, consiga ler e acreditar num livro como esse! 

- Por quê? 

Perguntou o médico. 

- Por que nem sabemos quem escreveu este livro. 

Eu não acredito numa coisa que nem sequer saiba quem escreveu. 

O medico olhou fixamente para o homem e perguntou-lhe: - O senhor acredita e usa a tabuada? - Sim. uso-a freqüentemente. 

O senhor sabe quem escreveu a tabuada? 

- Não, não sei, respondeu o incrédulo. 

- Como é então que o senhor acredita e usa algo que o senhor nem sequer sabe quem escreveu? Perguntou-lhe o médico. 

O homem embaraçado teve uma ideia brilhante e respondeu: - É que a tabuada funciona, e tudo mundo sabe disto. 

- Meu amigo, disse o médico, a Bíblia também funciona muito bem. 

E eu poderia mostrar centenas de pessoas que tiveram suas vidas modificadas pela Palavra de Deus. 

Seus ensinos são vida para quem os coloca no coração.
Pare e Pense.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Reflexão 26/11/2014

Abre o seu coração para Deus e não desista diante das circunstancias por mais difícil que seja creia que mesmo que aja pedras no caminho Jesus sempre te coloca de pé.
Pr. Bina

Lençol Sujo.


Um casal, recém casados, mudou-se para um bairro muito tranquilo.

Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido: - Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!

Provavelmente está precisando de um sabão novo.

Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

O marido observou calado.

Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido: - Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos!

Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.

Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis brancos, alvissimamente brancos, sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido: - Veja!

Ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha ensinou !?

Por que, não fui eu que a ensinei.

O marido calmamente respondeu: - Não, é que hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!

***
E assim é.

Tudo depende da janela através da qual observamos os fatos.

Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações.

Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.

Só assim poderemos ter real noção do real valor de nossos amigos.

Lave sua vidraça.

Abra sua janela.


"Tire primeiro a trave do seu olho, e então verás claramente para tirar o cisco do olho do teu irmão" (Mateus 7:5)
Pare e Pense 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Reflexão 25/11/2014

Há um rio que cujas as águas saem do trono de Deus, se você crer Ele vai inundar sua vida, curar suas feridas te levar sempre a presença do Pai.
Pr. Bina

A Inveja Não Brilha.


Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vaga-lume que só vivia para brilhar.

Ele fugia rápido com medo da feroz predadora e a cobra nem pensava em desistir. 

Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada...

No terceiro dia, já sem forças o vaga-lume parou e disse à cobra: - Posso fazer três perguntas?

- Não costumo abrir esse precedente para ninguém mas já que vou te comer mesmo, pode perguntar...

- Pertenço a sua cadeia alimentar?

- Não. - Te fiz alguma coisa? - Não. - Então por que você quer me comer?

- PORQUE NÃO SUPORTO VER VOCÊ BRILHAR.

A invisível quilha.

Era uma manhã de primavera com o céu azul e o sol brilhando como uma grande bola de ouro.

Não muito distante da praia estavam dois barcos, réplicas de veleiros do século 17. 

Eles foram construídos para uma filmagem que estava sendo feita naquela praia.

O vento começou a ficar mais forte, enchendo as velas e dando muito trabalho à tripulação.

Embora o vento estivesse muito forte os veleiros permaneciam no seu curso sem adernar.

Qual era o segredo?

Abaixo do nível da água existia uma grande e pesada quilha - uma parte da embarcação que não se podia ver.

A quilha é essencial para manter o barco estável, equilibrado mesmo durante uma tempestade.

O que é que nos mantém firmes e estáveis quando tormentas assolam as nossas vidas?

O que impede que adernemos quando o stress e a tensão nos atingem?

O que nos permite continuar navegando no curso certo quando as crises aparecem?

A "quilha da fé" no nosso Deus que é soberano, Senhor da história!


É a nossa relação pessoal e invisível com Cristo que manterá o nosso equilíbrio.
Pare e Pense

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Reflexão 24/11/2014

O melhor de Deus nestes dias não são os milagres de curas físicas, e sim o maior e melhor milagre é o da vida a cura interior que liberta das prisões de satanás.
Pr. Bina 

Cartinhas Para Deus


Cartas reais para Deus escritas por crianças traduzidas de original em inglês.

1. Querido Deus, Eu não pensava que laranja combinava com roxo até que eu vi o pôr-do-sol que você fez terça- feira. Foi demais! Eugene

2. Querido Deus, você queria mesmo que a girafa se parecesse assim ou foi um acidente? Norma

3. Querido Deus, Em vez de deixar as pessoas morrerem e ter que fazer outras novas, porque você não mantém aquelas que você tem agora? Jane

4. Querido Deus, quem desenha as linhas em volta dos países? Nancy

5. Querido Deus, Eu fui a um casamento e eles beijaram dentro da igreja. Tem algum problema com isso? Neil

6. Querido Deus, Obrigado pelo meu irmãozinho, mas eu orei por um cachorrinho. Joyce

7. Querido Deus, Choveu o tempo todo durante as nossas férias e como meu pai ficou zangado! Ele disse algumas coisas sobre você que as pessoas não deveriam dizer, mas eu espero que você não vá machuca-lo. Seu amigo (mas eu não vou dizer quem eu sou)

8. Querido Deus, Por favor, me mande um pônei. Eu nunca te pedi nada antes, você pode checar. Bruce

9. Querido Deus, Eu quero ser igualzinho ao meu pai quando eu crescer, mas não com tanto cabelo no meu corpo. Sam

10. Querido Deus, Eu aposto que é muito difícil para você amar a todas as pessoas no mundo. Na nossa família tem só quatro pessoas e eu nunca consigo... Nan

11. Querido Deus, Meus irmãos me falaram sobre nascer de novo, mas soa muito estranho. Eles estão só brincando, não e? Marsha

12. Querido Deus, Se você olhar para mim na igreja domingo, eu vou te mostrar meus sapatos novos. Mickey

13. Querido Deus, Nós lemos que Thomas Edison fez a luz. Mas na escola dominical nós aprendemos que foi você. Eu acho mesmo que ele roubou sua idéias. Sinceramente, Donna

14. Querido Deus, Eu não acho que alguém poderia ser um Deus melhor que você. Bem, eu só quero que saiba que não estou dizendo isso porque você já e Deus. Charles

15. Querido Deus, Talvez Caim e Abel não matassem tanto um ao outro se eles tivessem seu próprio quarto. Isso funciona com meu irmão. Eddie Cemitério. 

O lugar mais rico deste planeta não são os campos de petróleo do Kuwait, do Iraque ou da Arábia Saudita.  

Nem tão pouco, as minas de ouro e diamantes da África do Sul, as minas de Urânio da União Soviética e as minas de prata da África.

Embora isso seja surpreendente, os depósitos mais ricos de nosso planeta podem ser encontrados a alguns quarteirões da sua casa.

Eles estão no cemitério local.

Enterrados embaixo do solo.

Dentro das paredes daqueles túmulos sagrados estão sonhos que nunca se realizaram, canções que nunca foram escritas, pinturas que nunca encheram uma tela, idéias que nunca foram compartilhadas, visões que nunca se tornaram realidade, invenções que nunca foram criadas, planos que nunca passaram da “prancheta” mental e propósitos que nunca foram realizados.

Nossos cemitérios estão cheios de um potencial que permaneceu inerte.


Não enterre seu talento.

sábado, 22 de novembro de 2014

Reflexão 22/11/2014

Enquanto não aprendermos a confiar plenamente em Deus não saberemos andar completamente com liberdade em um mundo cativo.
Pr. Bina

Dormir Enquanto os Ventos Sopram.


Alguns anos atrás, um fazendeiro possuía terras ao longo do litoral do Atlântico.

Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados.

A maioria de pessoas estavam pouco dispostas a trabalhar em fazendas ao longo do Atlântico.

Temiam as horrorosas tempestades que variam aquela região, fazendo estragos nas construções e nas plantações.

Procurando por novos empregados, ele recebeu muitas recusas.

Finalmente, um homem baixo emagro, de meia-idade, se aproximou do fazendeiro.

- Você é um bom lavrador? Perguntou o fazendeiro.

- Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Respondeu o pequeno homem.

Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou.

O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer até o anoitecer e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do homem.

Então, uma noite, o vento uivou ruidosamente.

O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados.

Sacudiu o pequeno homem e gritou, - Levanta!

Uma tempestade está chegando!

Amarre as coisas antes que sejam arrastadas!

O pequeno homem virou-se na cama e disse firmemente, - Não senhor.

Eu lhe falei, eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Enfurecido pela resposta, o fazendeiro estava tentado a despedi-lo imediatamente.

Em vez disso, ele se apressou a sair e preparar o terreno para a tempestade.

Do empregado, trataria depois.

Mas, para seu assombro, ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo.

As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos nos viveiros, e todas as portas muito bem travadas.

As janelas bem fechadas e seguras.

Tudo foi amarrado.

Nada poderia ser arrastado.

O fazendeiro então entendeu o que seu empregado quis dizer, então retornou para sua cama para também dormir enquanto o vento soprava.

O que eu quero dizer com esta história, é que quando se está preparado espiritualmente, mentalmente e fisicamente - você não tem nada a temer.

Eu lhe pergunto: você pode dormir enquanto os ventos sopram em sua vida?


Espero que você durma bem!
Pare e Pense

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Reflexão 21/11/2014

É impossível alguém que já provou o amor de Deus e deixa-lo de amar e tentar encontrar esse amor em outros lugares. É impossível alguém que já pisou no santo dos Santos  e procurar viver em outros lugares. É impossível vivermos longe da presença de Deus, simplesmente é impossível não te amar Deus.
Pr. Bina

A História do Burro.


Um dia, o burro de um camponês caiu num poço. 

Não chegou a se ferir, mas não podia sair dali por conta própria.

Por isso o animal chorou fortemente durante horas, enquanto o camponês pensava no que fazer.

Finalmente, o camponês tomou uma decisão cruel: concluiu que já que o burro estava muito velho e que o poço estava mesmo seco, precisaria ser tapado de alguma forma.

Portanto, não valia a pena se esforçar para tirar o burro de dentro do poço. 

Ao contrário, chamou seus vizinhos para ajudá-lo a enterrar vivo o burro.

Cada um deles pegou uma pá e começou a jogar terra dentro do poço.

O burro não tardou a se dar conta do que estavam fazendo com ele chorou desesperadamente.

Porém, para surpresa de todos, o burro aquietou-se depois de umas quantas pás de terra que levou.

O camponês finalmente olhou para o fundo do poço e se surpreendeu com o que viu.
A cada pá de terra que caía sobre suas costas o burro a sacudia, dando um passo sobre esta mesma terra que caía ao chão.  


Assim, em pouco tempo, todos viram como o burro conseguiu chegar até a boca do poço, passar por cima da borda e sair dali trotando.  
Pare e Pense.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Reflexão 20/11/2014

Só você pode mudar a sua história, creia que é possível e volte para Jesus, pois Ele já conquistou tudo por você e para você na cruz, para que você não continuem essa vida sem sentido, e lembre-se; ninguém pode fazer por você aquilo que Deus já outorgou na sua vida.
Pr. Bina

Era Uma Vez...



Era uma vez um menininho bastante pequeno que contrastava com a escola bastante grande.

Uma manhã, a professora disse: Hoje nós iremos fazer um desenho. " Que bom!" – pensou o menininho.

Ele gostava de desenhar leões, tigres, galinhas, vacas, trens e barcos...

Pegou a sua caixa de lápis-de-cor e começou a desenhar.

A professora então disse: Esperem, ainda não é hora de começar!

Ela esperou até que todos estivessem prontos.

Agora, disse a professora, nós iremos desenhar flores.

E o menininho começou a desenhar bonitas flores com seus lápis rosa, laranja e azul. 

A professora disse: Esperem!

Vou mostrar como fazer.

E a flor era vermelha com caule verde.

Assim, disse a professora, agora vocês podem começar.

O menininho olhou para a flor da professora, então olhou para a sua flor.

Gostou mais da sua flor, mas não podia dizer isso...

Virou o papel e desenhou uma flor igual à da professora.

Era vermelha com o caule verde.

Num outro dia, quando o menininho estava em aula ao ar livre, a professora disse: Hoje nós iremos fazer alguma coisa com o barro. "Que bom!"!!! pensou o menininho.

Ele gostava de trabalhar com barro.

Podia fazer com ele todos os tipos de coisas: elefantes, camundongos, carros e caminhões.

Começou a juntar e amassar a sua bola de barro.

Então, a professora disse: Esperem!

Não é hora de começar!

Ela esperou até que todos estivessem prontos.

Agora, disse a professora, nós iremos fazer um prato. "Que bom!" – pensou o menininho.

Ele gostava de fazer pratos de todas as formas e tamanhos.

A professora disse: Esperem!

Vou mostrar como se faz.

Assim, agora vocês podem começar.

E o prato era um prato fundo.

O menininho olhou para o prato da professora, olhou para o próprio prato e gostou mais do seu, mas ele não podia dizer isso.

Amassou seu barro numa grande bola novamente e fez um prato fundo, igual ao da professora.

E muito cedo o menininho aprendeu a esperar e a olhar e a fazer as coisas exatamente como a professora.

E muito cedo ele não fazia mais coisas por si próprio.

Então aconteceu que o menininho teve que mudar de escola.

Essa escola era ainda maior que a primeira.

Um dia a professora disse: Hoje nós vamos fazer um desenho. "Que bom! – pensou o menininho e esperou que a professora dissesse o que fazer.

Ela não disse.

Apenas andava pela sala.

Então veio até o menininho e disse: Você não quer desenhar?

Sim, e o que é que nós vamos fazer?

Eu não sei, até que você o faça.

Como eu posso fazê-lo? Da maneira que você gostar.

E de que cor?

Se todo mundo fizer o mesmo desenho e usar as mesmas cores, como eu posso saber o que cada um gosta de desenhar?


Eu não sei...

E então o menininho começou a desenhar uma flor vermelha com o caule verde....
Pare e Pense.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Reflexão 19/11/2014

Senhor quero te oferecer todo o meu amor, será o meu prazer te adorar todos os dias.
Pr. Bina

O Touro e a Força.


Um homem foi a uma tourada.

No final da apresentação resolveu olhar os touros mais de perto, dirigiu-se então para o local onde eles estavam presos.

Ao se aproximar de um touro percebeu que ele estava preso por uma corda muito fina e, que facilmente poderia ser rompida pelo touro.

Naquele momento, pensou o homem, se o touro arrebentar esta corda com certeza ele irá me atacar, desesperado ele procurou se retirar do lugar.

Quando saía rapidamente encontrou um senhor que cuidava dos touros. 

- O que houve meu jovem? – Perguntou o senhor.

- Este touro está preso por uma fina corda e se fugir irá nos matar – Respondeu angustiado.


- Calma meu jovem – disse o velho com um sorriso no rosto – O touro não arrebenta a corda porque ele não sabe a força que tem. 
Pare e Pense.

Rádio Keraz Gospel

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Gostou? Então, Indique-nos a Um (a) Amigo (a)

Seu nome
Seu email
Nome do seu amigo
E-mail do seu amigo

Como Está o Mundo Agora?