Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Bem Vindos

LEIA A BÍBLIA

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

História de Três Árvores

Pare & Pense
Três pequenas árvores conversavam, no topo da montanha, sobre o que queriam ser quando crescessem. A primeira arvorezinha olhou às estrelas e disse:
- Eu quero guardar tesouros. Quero estar repleta de pedras preciosas. Eu serei o baú com os tesouros mais valiosos do mundo!
A terceira arvorezinha olhou para o pequeno lago e disse:
- Eu quero viajar através das águas do mar e levar poderosos reis nas minhas cabinas. Eu serei o barco mais importante do mundo.
A terceira arvorezinha olhou detalhadamente o vale, a montanha e viu homens e mulheres trabalhando, então disse:
- Eu não quero sair desta montanha nunca. Quero crescer muito e quando as pessoas do povo reparem em mim, olhem pro céu e reflitam em Deus. Eu serei a árvore mais grande do mundo!
Os anos se passaram. Choveu, o sol brilhou e as pequenas árvores cresceram. Certo dia, três lenhadores subiram à montanha. Um deles olhou a primeira árvore e disse: “Que árvore tão formosa!” E a derribou com seu machado.
- Agora eu me converterei em um formoso baú e guardarei os mais valiosos tesouros do mundo! – pensou.
O outro lenhador examinou a segunda árvore e disse: “Essa árvore é muito forte e perfeita para...” E a derrubou.
- Agora me converterei em um barco e navegarei os mares que há na terra – pensou a árvore – serei imponente e levarei a poderosos reis.
A terceira árvore sentiu seu coração sofrer quando o último lenhador a olhou. Mas, embora sentisse muito medo, olhou para o céu, com muita elegância. Mas o lenhador nem olhou direito para ela e disse: “Qualquer árvore é boa para mim”. E a derribou.
A primeira árvore se empolgou muito quando o lenhador a levou para uma carpintaria. Mas o carpinteiro a converteu em uma caixa de alimentos para animais de chácara. Aquela formosa árvore não foi coberta com ouro nem guardou tesouros finos, ela foi coberta de serradura e alimento para animais.
A segunda árvore sorriu quando o lenhador o levou para perto de um porto, mas nenhum barco imponente foi construído naquele dia. No seu lugar, a árvore forte foi convertida em um simples barquinho de pesca, muito pequeno e frágil para navegar o oceano, por isto foi levado para perto de um pequeno lago.
A terceira árvore estava confusa quando o lenhador a cortou para fazer fortes tábuas e a abandonou no armazém de madeira.
- O que está acontecendo? – se perguntou a árvore – eu simplesmente queria ficar no topo da montanha e admirar a Deus.
Muitos dias e noites se passaram.
As três árvores quase tinham esquecido seus sonhos, mas uma noite a luz de uma estrela dourada iluminou a primeira árvore enquanto uma jovem punha seu filho recém nascido na caixa de alimentos.
- Houvesse querido fazer um berço para o neném – disse o marido.
A jovem mãe seguro fortemente a mão do esposo e sorriu enquanto a luz das estrelas iluminava a madeira da manjedoura. A mulher então disse: “Essa manjedoura é muito bonita”. E naquele momento a primeira árvore soube que continha o maior tesouro do mundo.
Passaram-se muitos anos. Uma tarde, um viajante cansado e seus amigos subiram numa barca de pesca. O viajante dormiu enquanto a segunda árvore navegava tranquilamente lago adentro. De repente uma terrível tormenta agitou o lago; a pequena árvore se assustou, pois sabia que não tinha força suficiente para levar todos os passageiros à beira. O homem cansado despertou, levantou-se e pôs a mão no alto, logo disse:
- Calma! – E a tormenta parou. De repente a segunda árvore soube que levava o rei do céu e da terra.
Uma sexta feira de manhã, a terceira árvore ficou intrigada quando suas tábuas foram tomadas do armazém esquecido. Ficou assustada quando foi posta no meio de um grande mutirão enraivecido. Se encheu de pavor quando os soldados pregaram as mãos de um homem em sua madeira. Sentiu-se feio, áspero e cruel. Mas no domingo de manhã, quando o sol brilhou e a terra tremeu embaixo dos seus pés, a terceira árvore soube que O AMOR DE DEUS TINHA MUDADO TUDO. Isto fez com que a árvore se sentisse forte. Sabia que cada vez que a gente pensasse na terceira árvore, pensariam em Deus. Isso era bem melhor do que ser a maior árvore do mundo.
Da próxima vez que te sintas depressivo por não obter o que desejavas, fica feliz porque Deus... Está pensando em alguma coisa muito melhor para você!
Colaboração; João Mateus.

Um comentário:

Doutrina Cristã disse...

lindo simplesmente lindo demais.
shalom

luiz cledio

Google+ Badge

RADIO AGRADECER


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...