Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Bem Vindos

LEIA A BÍBLIA

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ensina-nos

Reflexão do Dia
“De uma feita, estava Jesus orando em certo lugar; quando terminou, um dos seus discípulos lhe pediu: Senhor, ensina-nos a orar como também João ensinou aos seus discípulos” (Lucas 11:1).
É através da oração que falamos com Deus. Jesus deu um modelo de oração aos seus discípulos, conhecido como “Pai Nosso”. Há pessoas, porém, que têm grande dificuldade para orar.
Umas dizem não saber o que falar, como falar, com que postura devem orar, se de pé, se sentados ou de joelhos, quanto tempo devem orar, etc.
A Bíblia, nossa única regra de fé e prática, nos apresenta ensinamentos valiosos sobre todos esses pormenores envolvendo a oração. Uma leitura atenta do Novo Testamento nos é de grande valia nesse particular, conduzindo-nos a orar como convém ao cristão.
Mesmo que não saibamos orar como convém, a Palavra de Deus diz que “...porque não sabemos orar como convém, o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira com gemidos inexprimíveis (Romanos 8:26).
A primeira coisa que aprendemos é que nossas orações devem ser dirigidas unicamente a DEUS. Jesus ensinou a seus discípulos (Mateus 6:6) : “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai.....).
Não nos esqueçamos dessas palavras: Orarás a teu Pai. Somente a DEUS devemos dirigir nossas orações, e a mais ninguém. Ele é o único destinatário das orações de seus filhos. Porque só o Senhor é DEUS.
Outra coisa que Jesus nos ensina sobre a oração é que ela não deve conter inúteis repetições , porque não é pelo muito falar que DEUS nos ouvirá (Mateus 6:7-8). Na parábola do fariseu e do publicano (Lucas 18:9-14), Jesus mostra que um publicano, orando a Deus com apenas sete palavras (“Ó Deus, sê propício a mim, pecador!”), foi justificado, ao contrário do fariseu, que fazia uma longa oração de exaltação a si mesmo.
Quem deve ser o nosso mediador, intercessor, junto a Deus? A Bíblia nos ensina que somente Jesus Cristo. Está escrito: “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem” (1 Timóteo 2:5). E Ele é o Mediador para todas as situações e ocasiões, inclusive nas orações.
Jesus é o único mediador em nossas orações. Ele mesmo disse aos discípulos: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho” (João 14:13). Disse ainda: “Sem mim nada podeis fazer” (João 15:5). E: “Ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14:6), Jesus é o caminho para Deus, inclusive nas orações.
E por que apenas Jesus é o único mediador? Porque somente Ele tem todos os méritos diante do Pai. O Pai e o Filho estão em íntima comunhão. O apóstolo Paulo escreveu, a respeito de Jesus: “Porque por ele, ambos temos acesso ao Pai em um Espírito” (Romanos 2:18). E: “Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7:25).
A fé é um elemento fundamental da oração. Sem ela, é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6). Não pode, de modo algum, haver dúvidas em nossas orações, pois o que duvida, diz Tiago, é como a onda do mar, impelida e agitada pelo vento, e quem ora com dúvidas nada alcançará do Senhor (Tiago 1:6-7).
“Pedis e não recebeis, porque pedis mal”, escreve Tiago (Tiago 4:3). Pede-se mal quando há dúvidas, quando há pedidos egoístas, quando a fé está ausente na oração. Pede-se mal quando se reclamam direitos, como está em moda na pós-modernidade cristã.
Ponto importante: Deus só tem três respostas para nossas orações: SIM, NÃO, ESPERE. Deus nunca tem TALVEZ como resposta a nossas orações. Devemos ter um CORAÇÃO AGRADECIDO para o SIM divino, HUMILDADE para receber um NÃO (Ele é quem sabe o que é melhor para nós) e PACIÊNCIA para esperar o tempo de Deus nos abençoar.
Lembremo-nos que a Bíblia diz que se nos agradarmos do Senhor, nosso Deus, Ele se agradará dos desejos do nosso coração (Salmo 37:4), mas, lembremo-nos também que é preciso que nossos pedidos estejam em harmonia com os preceitos de Deus, pois nem sempre nossos desejos representam nossas necessidades (Tiago 4:3).
Orar é simples. Deus é nosso Pai. Abra seu coração para Ele. Ele se alegra em relacionar-se conosco. Ele não é apenas Deus de longe; é Deus de perto também (Jeremias 23:23). Não há fórmula secreta para a oração. Basta um coração compungido. Basta crer. Deixe que as palavras brotem do seu coração, com naturalidade, com confiança, tendo Jesus Cristo como seu único, suficiente e eterno Mediador.
Colaboração; Lúcia Gomes.

Nenhum comentário:

Google+ Badge

RADIO AGRADECER


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...