Seja Bem-Vindo ao Nosso Blog Deus Ainda Fala!!! Já Falou Com Deus Hoje? Já Ouviu a Sua Voz? Obrigado Pela Visita Volte Mais Vezes ao Nosso Blog!!! Deus o Abençoe Sempre Em Nome de Jesus e Saiba Que Uma Nova História Deus Tem Pra você e o Melhor de Deus Está Por Vir

te

Bem Vindos

LEIA A BÍBLIA

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

PROJETOS: Estádios Brasileiros para o MUNDIAL 2014...

Fique Por Dentro
Estádio: Vivaldo Lima (Vivaldão), Manaus Escritório responsável pelo projeto: o alemão Gerkan Marg und Partner (GMP) Características do projeto: o atual estádio será demolido para dar lugar à nova arena do Vivaldão. O projeto prevê um teto retrátil e a cobertura será feita de forma a simular um cesto de palha e as escamas de répteis para lembrar a fauna amazônica. Valor estimado da obra: R$ 500 milhões
Estádio: Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi), São Paulo Arquiteto responsável pelo projeto: Ruy Ohtake Características do projeto: o novo estádio do São Paulo Futebol Clube será reformado e receberá um novo centro de imprensa, uma redação para jornalistas, novas salas VIP e vestiários. Na parte externa, será construída uma cobertura sob as arquibancadas nas cores branco e vermelho. A capacidade será reduzida de 75 mil para 62 mil lugares para atender aos padrões da FIFA. O projeto ainda prevê um edifício-garagem para 4.800 carros. Valor estimado da obra: inicialmente em R$ 180 milhões, mas pode haver alteração
Estádio: Governador Plácido Castelo (Castelão), Fortaleza Escritório responsável pelo projeto: não divulgado pelo Governo do Ceará Características do projeto: as principais obras previstas para o estádio são a cobertura de todos os assentos, a construção de um estacionamento subterrâneo com 4.200 vagas e aproximação da arquibancada inferior, em 20 metros , em relação ao campo. Por isso, a capacidade do estádio diminuirá de 58,3 mil para 50 mil torcedores. Além disso, o projeto prevê uma nova área com shopping, cinemas, restaurantes e hotel. Os detalhes do projeto serão divulgados após o término da licitação da obra. Valor estimado da obra: R$ 300 milhões
Estádio: Estádio José Pinheiro Borda (Beira-Rio), Porto Alegre Arquitetos responsáveis pelo projeto: Fernando Balvedi, Gabriel Garcia e Maurício Santos da Hype Studio Características do projeto: com a reforma já iniciada, o projeto procura aproveitar ao máximo a estrutura já existente do estádio. Entre as poucas intervenções, estão a cobertura do complexo, a reforma e ampliação da arquibancada inferior, construção de camarotes e reformulação interna (administração, tribuna principal, restaurantes etc). A capacidade será aumentada de 56 mil para 60 mil lugares. Valor estimado da obra: R$ 150 milhões
Estádio: Mané Garrincha, Brasília Escritório responsável pelo projeto: Castro Mello Arquitetos Características do projeto: o estádio Mané Garrincha deixará de ser olímpico para se tornar uma arena multiuso. Apenas a fachada e a arquibancada superior originais serão mantidas. O novo projeto prevê uma cobertura de tensoestrutura sobre as arquibancadas, estacionamentos e áreas de apoio, vestiários, central médica, lojas e outros empreendimentos. A capacidade será de 60 mil lugares aos torcedores e 10 mil à imprensa, personalidades, staff e convidados. Valor estimado da obra: R$ 522 milhões
Estádio: Jornalista Mário Filho (Maracanã), Rio de Janeiro Escritório responsável pelo projeto: Castro Mello Arquitetos Características do projeto: para a Copa do Mundo de 2014 será construída uma nova cobertura no estádio, um prédio para estacionamento com cerca de 3.500 vagas e outras intervenções para melhorar a visibilidade nas arquibancadas. Além disso, o projeto pode ir além da reforma do estádio, incluindo a requalificação da Quinta da Boa Vista, do Museu de São Cristóvão e a reurbanização dos bairros Maracanã e Tijuca. Valor estimado da obra: R$ 460 milhões
Estádio: Governador José Fragelli (Verdão), Cuiabá (MT) Escritório responsável pelo projeto: Castro Mello Arquitetos Características do projeto: as principais intervenções serão a criação de um grande parque ao redor do estádio, a diminuição da capacidade para 48 mil torcedores e a construção de uma área com camarotes, tribuna de honra e gabinetes de imprensa. Valor estimado da obra: R$ 350 milhões
Estádio: Governador Magalhães Pinto (Mineirão), Belo Horizonte Escritórios responsáveis pelo projeto: Gerkan Marg & Partner (GMP) e Gustavo Penna Arquiteto & Associados Características do projeto: o estádio será transformado em um complexo cultural, esportivo e de lazer. No interior do estádio, as maiores intervenções serão o rebaixamento do gramado em 3,5 metros , a construção de camarotes e de uma cobertura feita de metal e membranas de policarbonato para a arquibancada. O projeto ainda prevê pavimentos subterrâneos com espaço para shoppings, centros comerciais, área de eventos, equipamentos culturais, hotéis e estacionamentos. Valor estimado da obra: não divulgado
Estádio: Arena das Dunas, Natal Escritórios responsáveis pelo projeto: escritório brasileiro Coutinho, Diegues e Cordeiro Arquitetos em parceria com o escritório inglês Populus Características do projeto: para dar lugar ao novo estádio, o atual Machadão e o Centro Administrativo serão demolidos. O projeto da Arena das Dunas prevê a completa reurbanização do local, com a implantação do novo estádio para os jogos e de um complexo formado por uma arena multiuso, hotéis, teatro, estacionamento para seis mil veículos, prédios comerciais e um shopping, além dos novos Centros Administrativos do Estado e do município. Valor estimado da obra: R$ 300 milhões
Estádio: Otávio Mangabeira (Fonte Nova), Salvador Arquitetos responsáveis pelo projeto: Marc Duwe e Claas Schulitz (Schulitz+Partner Architekten) Características do projeto: por conta das más condições do edifício, praticamente todo o estádio será reformado, desde a reformulação das arquibancadas, a instalação de cobertura e a adequação dos espaços para imprensa e áreas vip até a restauração das instalações hidráulicas e elétricas. O projeto só vai manter a forma de ferradura do estádio, com a abertura que dá para o lado sul, para o dique do Tororó. Valor estimado da obra: R$ 231 milhões
Estádio: Arena da Baixada, Curitiba Escritório responsável pelo projeto: Vigliecca Associados Características do projeto: considerado o estádio mais moderno do Brasil atualmente, a arena receberá poucas modificações para a Copa de 2014. Entre elas, o aumento da capacidade de 21 mil para 41 mil torcedores, alterações na cobertura, melhoria da iluminação, eliminação de pontos cegos e dos fossos e a abertura de novas saídas, nas esquinas do estádio. Valor estimado da obra: R$ 140 milhões
Estádio: Cidade da Copa, Recife Arquiteto responsável pelo projeto: não divulgado pelo Governo de Pernambuco Características do projeto: prevê a construção de um estádio com capacidade para 46.154 lugares, um conjunto habitacional, um centro comercial e hotel. Valor estimado do estádio com infra-estrutura: R$ 1,6 bilhão.
Colaboração; Lúcia Aparecida.

Nenhum comentário:

Google+ Badge

RADIO AGRADECER


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...